Buscar

Autoestima e Emagrecimento

Atualizado: Mai 4


Cada dia mais, os padrões de beleza e corpo são fortalecidos, principalmente pelo conteúdo das redes sociais e televisão. Frente a isso, sempre sou questionado sobre as contribuições da psicologia ao emagrecimento e saúde física. Uma das queixas mais frequentes que escuto, tanto no consultório, quanto no meu dia-a-dia, se refere à dificuldade que muitos encontram em seguir dietas ou planejamentos. Acredito que para estar saudável, a pessoa precisa estar bem fisicamente, psicologicamente, socialmente e espiritualmente (espiritualidade não necessariamente remete a crença religiosa, mas sim ao sentido que o ser dá para sua existência), e que todas essas esferas estão diretamente interligadas. Assim, se a pessoa está se sentindo angustiada ou ansiosa, seu corpo físico também pode sentir os efeitos (e vice e versa). Então, quando cuidamos do corpo, cuidamos da mente, e quando cuidamos da mente, cuidamos do corpo. Dito isso, a psicoterapia é muito importante no processo de emagrecimento ou na realização de alguma meta pessoal, porque por meio da psicoterapia e autoconhecimento, a pessoa passa a se sentir menos ansiosa, trabalhando também sua autoestima e autoconfiança. Ela também pode se sentir mais forte e determinada, encontrando o seu caminho de forma mais madura e congruente. A partir disso, questões fisiológicas são também afetadas, de modo que a pessoa passa a sentir mais energia e força de vontade para cuidar de si mesma.

Porém, vale lembrar que a busca dos padrões de beleza e de corpo pode ser muito prejudicial. O mais importante é se aceitar e gostar de si, independente do físico. Como já dizia Carl Rogers: "O Curioso paradoxo é que quando me aceito como sou, então posso mudar".

© 2020 todos direitos reservados ao Eduardo Arruda

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

Abaeté, MG